Petra é parada obrigatória

Postado por:
em: 04/03/2011
Categoria(s): grandes destinos

petra

Desde 2007 quando, em Lisboa, foram apresentadas as sete maravilhas do mundo moderno, a visita à Jordânia fez de Petra a principal atração turística do país. A cidade é de longe a mais desenvolvida turisticamente. Por isso oferece opções de hospedagem para todos os bolsos. Petra está a pouco menos de 200 km da capital Amã e seu principal acesso é feito por rodovias. O deslocamento dentro da cidade pode ser feito com taxi, mas dentro do sítio arqueológico, o turista precisa estar munido de um bom par de tênis e boa forma física.

A região de Petra foi ocupada por volta do ano 1200 a.C. pelos edomitas. Durante o século VI a.C., o local foi colonizado pelos nabateus, que forçaram os edomitas a mudar-se para o sul da Palestina. Foram os nabateus que deram o nome de Petra ao enclave e nomearam a cidade como sua capital. Por volta de 63 a.C., o general romano Pompeu anexou Petra ao Império Romano. Petra passou dos romanos aos bizantinos em 395, quando Constantino fundou o império com capital em Constantinopla (atual Istambul).

Petra continuou a prosperar sob o domínio bizantino. Mas dois terremotos acabaram por devastar a cidade. Após o primeiro, a cidade conseguiu se reerguer. Mas em 551, um segundo terremoto devastou Petra por completo. As ruínas de Petra foram redescobertas pelo explorador suíço Johann Ludwig Burckhardt em 1812. Em 1985 Petra foi reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Quatro anos depois, em 1989, o cineasta americano Steven Spielberg rodou parte do filme Indiana Jones e a Última Cruzada em Petra, o que deu imensa notoriedade ao local.

O passeio por Petra se inicia pela entrada do parque arqueológico na parte mais elevada da antiga cidade. O roteiro até a primeira parada inclui uma caminhada de cerca de 15 minutos por desfiladeiros impressionantes. Paredões de rocha permeiam caminhos estreitos. A coloração das pedras dá a Petra duas cores distintas. Pela manhã, com o Sol forte, as ruínas da cidade são alaranjadas. Já pela tarde, os paredões e construções de Petra tomam uma coloração mais rósea.

Para mais informações: www.interpoint.com.br

Lisboa: um passeio pelas artes e pela história

Mendoza

Tag(s):