Coração de pedra

Postado por:
em: 27/10/2011
Categoria(s): grandes destinos

Machu Picchu é simplesmente a atração número um do Peru e talvez da própria América Andina. Desde que foi descoberta em 1911 pelo arqueólogo Hiram Bingham, sua complexa e misteriosa arquitetura encastelada num cenário montanhoso dramático vem atraindo turistas de todo o mundo.

2

Machu Picchu, que em língua quéchua significa “montanha velha”, está localizada sobre uma montanha de granito e abriga impressionantes construções erguidas com pesados blocos de rocha. Cercado de enigmas a respeito de sua criação e serventia, o local, declarado pela Unesco como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade, está a 112 quilômetros de Cusco e 2.350 metros acima do nível do mar.

É difícil encontrar quem não tenha ouvido falar de Machu Picchu. A cidade sagrada dos incas está no nosso imaginário como um daqueles míticos paraísos perdidos. Junto com o Cristo Redentor, o Taj Mahal, a Muralha da China, o Coliseu e outros, ela hoje figura na nova lista das Sete Maravilhas do Mundo. O lugar, que neste ano celebra o centenário de seu “achamento”, é a dor e a delícia da vizinha Cusco.

Dor porque Cusco vive – e viverá eternamente – à sombra de Machu Picchu; delícia porque essa bela cidade peruana, capital incaica e depois metrópole colonial espanhola, ganha notoriedade e fluxo turístico por ser a base das excursões a Machu Picchu. Viajantes do mundo todo se encontram na cidade e acabam por descobrir seus encantos. Não sem antes saber que os espanhóis chegaram ali em 1534 e em menos de 40 anos deram cabo do Império Inca.

Os colonizadores iniciaram o trabalho sujo derrubando os templos religiosos da atual Plaza de Armas (a Praça da Sé das cidades de colonização espanhola) e erguendo em seu lugar igrejas católicas. Mas a tenacidade inca resistiu. Em algumas das mais lindas construções que se veem hoje, a arquitetura europeia repousa na solidez das pedras incas, bases tão fortes que os espanhóis não puderam derrubá-las por mais que tentassem.

Fonte: Revista Viagem e Turismo.

Para mais informações: www.interpoint.com.br.

Confira nossas sugestões de roteiro para Machu Picchu.